Impressionante. Impressionante é aquilo que podemos dizer sobre a resposta do motor do Carrera 2.7 equipado com o sistema de injecção mecânico da Bosch (MFI).

Sem filtros. Uma experiência de condução imersiva 100% 911.

Imediatamente após o fim da produção do Carrera 2.7 RS (RennSport) em 1973, a Porsche decidiu continuar a produzir uma série de Carreras equivalentes ao 2.7 RS Touring (M427) – a versão mais equipada do lendário RS. Falamos do raro Porsche 911 Carrera 2.7 série-G, modelo que recorria ao aclamado motor Type 911/83 com sistema de injecção mecânica da Bosch (MFI), produzindo 210cv de potência às 6.300 rpm – seria a última vez que a Porsche recorreria ao sistema MFI fora da competição.

No total, apenas 1.647 unidades deste modelo (Euro-spec) saíram das linhas de produção da marca de Estugarda. A unidade disponível na Sportclasse é de 1974, matching numbers, e foi totalmente restaurada em 2015 respeitando as especificações de fábrica.

O resultado foi aquele que podem ver nas imagens. Um Porsche 911 Carrera 2.7 absolutamente soberbo de conduzir, com uma resposta de motor pronta e imediata – conforme era apanágio dos MFI – e uma leveza de condução assinalável frutos dos parcos 1075 kg de peso do conjunto. Traduzindo em números concretos, estamos a falar de apenas 6.1 segundos dos 0-100km/h e de 238km/h de velocidade máxima. Sem ajudas electrónicas…

Highlights desta unidade:

  • Baixa quilometragem;
  • Restauro 100 %;
  • Matching numbers motor Type 911/83;
  • Apenas 1.647 unidades produzidas;
  • Base do icónico Carrera 2.7 RS;
  • Último MFI de produção da Porsche;
  • Exemplar com tecto de abrir (raro).

Galeria

Especificações

Motor: 6-F SOHC;
Cilindrada: 2.687cc;
Transmissão: manual 5V;
Tração: Traseira;
Potência: 210cv;
Binário: 254 Nm;

Prestações

0-100km/h: 6,1 seg.;
Vel. máx: 238 km/h;

Equipamento

Jantes Fuchs;
Rádio original; Whale Tale; Roda suplente etc.

Condições gerais

Quilometragem: 54.000km;
Pintura: original;Motor: Excelente estado.